• Utopia 500

Carolina Wilhelma Michaëlis de Vasconcelos


Datas: 1851 - 1925

Nacionalidade: Alemã e portuguesa

Carolina Michaëlis nasceu em Berlim e foi educada em casa com professores particulares, já que não era permitido às mulheres frequentarem estudos médios e superiores. Ao casar com Joaquim António da Fonseca Vasconcelos, assumiu também a nacionalidade portuguesa. Tornou-se a primeira mulher a lecionar numa Universidade portuguesa – a de Coimbra –, tendo dedicado a sua vida aos estudos literários, linguísticos, etnográficos e pedagógicos. Dirigiu também a revista Lusitânia.

Ao longo da sua vida, Carolina Michaëlis contactou com inúmeras figuras da cultura portuguesa, tais como Antero de Quental, Oliveira Martins e Teófilo Braga, e deu a conhecer a cultura portuguesa através da publicação dos seus trabalhos em revistas académicas alemãs. Ao mesmo tempo que desenvolvia a sua atividade de investigação, tinha uma família, que não descurava.

O contributo utópico de Carolina Michaëlis centra-se na sua constante busca de conhecimento e na preocupação que sempre demonstrou em distribuir a informação a que tinha acesso, sobretudo nos meios femininos. Numa sociedade de estrutura patriarcal, conquistou um lugar para as mulheres, demonstrando que estas poderão ter um papel de relevo, também como intelectuais.

#Germany #Portugal

Visitors
Logótipo_NOVA_FCSH (1).png